olivia maia - escritora e ilustradora desterrada.

diário de um romance iniciado

uma ideia na madrugada, fruto de uma insônia eufórica.

título, epígrafes.

as primeiras linhas. seis parágrafos curtos. meia página.

súbito a sensação de familiaridade. uma citação num livro de Javier Marías. uma peça de Shakespeare?

conheço Shakespeare por osmose, com essa sina de estudante de letras que já conhece o destino de Riobaldo e Diadorim antes de começar a ler o romance de Guimarães Rosa. por leituras transversais, tangentes.

mas a familiaridade está lá.

uma pesquisa e concluir que sim, Shakespeare já contou aquela história, com mais sangue do que eu pretendia contar (como convém).

então a pausa na escrita para ler a peça, porque, enfim. voltas.

macbeth

reincidências.

gosta do meu trabalho?

receba novidades por e-mail: assine a newsletter.

apoie minha produção e receba em casa o zine rabiscologia.