olivia maia - escritora desterrada.

única ordenação possível

César o desespero a lhe tomar todos os músculos do corpo, fazendo acelerar o ritmo cardíaco. Suas mãos um tremor; quis metê-las nos bolsos, mas o calor. Ocupou-se em atualizar a ficha de exercícios do senhor que ainda na esteira assistia distraído à televisão, esperou passar os minutos mas eram ainda as anilhas fora de lugar esparramadas pelo chão, o sujeito que se movia de um aparelho a outro como se flutuando em outra dimensão de espaço.

conto policial que escrevi no começo do ano e foi publicado na revista Carta Fundamental, nº 25, em fevereiro de 2011. clica nas imagens pra ver maior.

Uop1
Uop2

gosta do que eu escrevo?

receba novidades por e-mail: assine a newsletter.

colabore com meu trabalho: compre meus livros ou faça uma contribuição única ou mensal.