olivia maia - escritora e ilustradora desterrada.

livros

meus livros publicados.
saiba mais sobre a sobre a compra de livros neste site.

Segunda mão: edição digital

Segunda mão é um romance policial.
Edição em e-book pela Editora Draco.
A edição impressa foi publicada em 2010 com patrocínio do ProAC, da Secretaria da Cultura de São Paulo.

comprar
Amazon | Cultura | Kobo

sinopse
Depois de quase dez anos de certezas dentro da polícia, o investigador Pedro Rodriguez teve um começo de ano tumultuado: um final complicado de relacionamento e um acidente que lhe tirou parte da audição e quase lhe tirou a vida. Para piorar as coisas, é incumbido de investigação envolvendo o suposto suicídio de um primo de seu delegado, em uma trama que envolve lavagem de dinheiro, mentiras, corrupção e a cúpula da polícia.

Salvar

Operação P-2: edição digital

Operação P-2 é um romance policial.
Edição em e-book pela Editora Draco.
A primeira edição impressa foi publicada em 2007 e a segunda edição em 2010.

comprar
Amazon | Cultura | Kobo

sinopse
Para Leonardo, o passado é um roteiro na memória e uma pilha de provas de História a corrigir. Mas isso está prestes a mudar – e em velocidade vertiginosa. Um jornalista e professor universitário é assassinado ao pesquisar desvios de verbas no período da ditadura militar; queima de arquivo? Como herança maldita para Rafael, seu aluno (e aprendiz de Philip Marlowe), três nomes e uma instrução: “procura o investigador Mateus, no DEIC”. As descobertas da polícia despertam na mídia a curiosidade por uma suposta organização de guerrilha que funcionaria até hoje. Operação P-2? Outras mortes sucedem e Leonardo é pressionado em direção ao inevitável: um confronto com as lembranças de uma identidade que já não pensava ter, há quase vinte anos.

Salvar

Jamais o inexistente sorriso: edição digital

13119959_1618485368373916_8168329153312870919_o-miniJamais o inexistente sorriso é um conto policial.
Edição em e-book pela Editora Draco.

comprar
Amazon | Cultura | Kobo | Google

sinopse
A primeira investigação do delegado Daniel começa numa rua sem saída: uma moça sem nome e sem passado internada na ala psiquiátrica de um hospital. Intrigado, Daniel sente-se obrigado a buscar uma resposta nos submundos da cidade, sem se dar conta de que sua própria vida pode também estar em risco.

resenhas
A casa no morro e Jamais o inexistente sorriso, de Olivia Maia, por Josué de Oliveira
Jamais o inexistente sorriso – Olivia Maia, por Emanuel Campos

A última expedição

A última expedição é um romance de mistério.
Foi um dos projetos selecionados pelo Programa Petrobras Cultural de 2010. A produção tem patrocínio da Petrobras por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.
Edição pela Editora Draco.

informações técnicas
224 págs.
formato 14 cm x 21 cm
peso 300g
ISBN 978-85-8243-013-2 (papel)

comprar
em papel:  Cultura | Saraiva | Travessa | Editora Draco
em ebook: Amazon | Apple | Cultura | Kobo

sinopse
Seis meses depois do fracasso de uma expedição à Antártica, Estevão não sabe por onde começar a resolver sua vida: a noiva o abandonou, o pai não fala com ele e o emprego improvisado não serve para pagar o condomínio do apartamento e as dívidas que se acumulam no banco. Uma expedição de busca na Bolívia não era bem sua ideia de solução, mas a proposta vem com a promessa de um bom adiantamento em dinheiro e já vai o tempo para a monotonia da cidade grande começar a enlouquecê-lo.

Talvez não fosse expedição para se levar a sério: cinco pessoas contratadas para procurar um médico de reputação decadente que desapareceu no altiplano boliviano enquanto pesquisava o potencial anestésico de uns cactos mutantes. Mas a inquietação de seis meses de inércia, a misteriosa argentina que desde o início parece segui-los, as informações desencontradas que surgem Bolívia adentro. Estevão descobrirá que há muito que não lhe contaram, e talvez seja um dos poucos interessados em encontrar esse médico com vida.

prévia
Leia as primeiras 50 páginas do livro no site da Editora Draco.

resenhas
A última expedição, por Alexandre Heredia
Leitura do desconforto, por Aline Valek