olivia maia - escritora desterrada.

tag: a última expedição

ano novo, newsletter nova etc

buena. a versão secreta da newsletter saiu este fim de semana para 37 assinantes-ninja, entre gente interessada e amigos chantageados (se alguém tinha assinado e não recebeu o e-mail, recomendo dar uma espiada na caixa de spam, e principalmente nas pastas de “atualizações” e “promoções” do gmail, porque ele costuma fazer esse tipo de coisa).

na verdade ando meio carente de discutir literatura e processo de escrita. gostei da experiência e do retorno, e por isso abro o convite para todos vocês: assinem a newsletter para receber por e-mail, no máximo uma vez por semana, conteúdo exclusivo (trechos de livros, contos, ideias, links para artigos interessantes, reflexões sobre minhas viagens, fotos etc). hein hein vai ser legal.

continuo aqui com o blog e vou tentar escrever mais, também, porque sem o texto eu sou uma ameba de carbono.

aliás, comprei um kobo de presente de natal para mim mesma e (nunca pensei que diria isso, mas) estou achando sensacional. minha mochila vai ficar muito mais leve a partir de agora. meus livros em papel vão precisar de paciência até eu parar de andar pelo mundo e ter uma casa para mim; aí eles vão poder ter um lugar no meu coração outra vez (até porque o problema não é o coração, e sim as costas).

e por falar em livro digital, A ÚLTIMA EXPEDIÇÃO foi promoção em destaque da Loja Kindle, e ficou por dois dias no top 100 mais vendidos (chegou a 25º mais vendido).

81fa67de6fd411e3af1c0e94114b56d4_8

a promoção continua valendo: a versão digital do livro custa 4,99 reais. para quem tem um kobo, a promoção também está valendo na Livraria Cultura. para quem gosta de edição em papel (e a edição está uma lindezinha), o livro também está num preço bem camarada e dá para comprar na Livraria Cultura.

coisas que a gente vai escrevendo

estou com dois livros começados. achei que ia começar um, mas acabei me interessando mais pelo outro. é uma espécie de continuação do TRÉGUA (mais ou menos).

quer dizer, são os mesmos personagens e tem uma continuidade temporal, mas não é continuação de nada. estou tentando mesmo entender o que aconteceu com o Téo entre o final do outro livro e o começo desse, porque ele anda muito mais rabugento do que deveria estar. e a gente que fica pensando que quando acaba o livro as coisas todas se resolvem. vai vendo que só arrumei mais encrenca para ele e para a Elisa também.

mais ou menos assim: a autora encerra o livro e quando vai abrir a porta para ver como andam aqueles personagens tem que sair correndo para não apanhar. um troço muito perigoso.

(no mais, bom natal para quem curte natal, e boas fugas para quem se esconde dele. se esqueceu o presente daquele parente distante, da telefonista da firma, da cunhada, do irmão mais velho ou se quer fazer uma surpresa econômica para quem nem está esperando presente, olha aqui uma sugestão. talvez esteja muito em cima da hora para os correios, mas depois é só inventar uma desculpa para o atraso e dizer que está incentivando a literatura nacional.)

sim, nós temos ebook de A ÚLTIMA EXPEDIÇÃO

A última expediçãoa versão digital de A ÚLTIMA EXPEDIÇÃO já está disponível!

(ok, a notícia é meio velha, mas vocês precisam desculpar a pessoa que passou 15 dias desconectada, perdida entre dunas no litoral cearense.)

para quem passou os últimos cinco meses em júpiter (ou perdido entre dunas, nunca se sabe), no site da editora Draco ainda dá para ler as 50 primeiras páginas do livro. também dá para comprar a versão impressa pela loja da editora ou escolher uma das livrarias em que ele está disponível: saraiva, travessa e cultura.

para comprar o ebook, as opções são: amazon, apple, cultura e kobo. e o preço também está bem camarada, que é para não sobrar desculpa.

olivia pelas internets

porque estou aqui em fortaleza num solzinho camarada de 28 graus (inverno cearense) e com brisa, e entre a correria de sair de são paulo e chegar aqui foi para o ar meu TOP 5 no blog da Editora Draco, em que conto de cinco livros que de alguma forma influenciaram minha escrita e meus gostos como leitora.

também conversei esses dias com o escritor Eduardo Kasse sobre o meu livro A última expedição, escrita e pesquisa de campo e meus próximos projetos, e ele publicou o resultado desse papo no seu blog.

vão lá, leiam, deixem comentários, um rabisco no muro ou sinal de fumaça, que vocês estão todos muito calados ultimamente.