olivia maia - escritora desterrada. meio artista.

tag: lençóis

capow

aqui em Lençóis está frio.

frio: calça e blusa e meia pra dormir. ventanias. chuveiro nunca esquenta o suficiente.

estou com livro começado e pilha pra escrever porém o cérebro não para de dar voltas.

estava lendo Herbert Read e ele tem ideias tão interessantes porém às vezes tão chato.

voltei a ler Robert Walser.

cuido da ansiedade trabalhando com caneta nanquim num caderno de desenho.

550435e7-746f-4b98-8a63-3687a5dad3bc

também planto sementinhas e elas nascem e crescem e não tem mais nem espaço pra todas elas.

13562096_744469725694582_2022531549_n

o suíço que cuida de mim quando a cabeça parece desses pacotes de pipoca de micro-ondas.

encontrei um plugin do calibre (o programa que cuida da minha coleção de e-books) que conta a quantidade aproximada de páginas de um livro digital.

a ansiedade pede leituras mais curtas.

adotados por um gatinho

12479313_1198262440201371_781308769_n

numa noite em que eu estava trabalhando ele apareceu pra pedir comida. suíço deu leite e pôs de novo pra fora.

duas noites depois ele apareceu outra vez.

demos leite e botamos pra dentro.

no dia seguinte ele já tinha cama, ração pra filhote, caixa de areia. dei vermífugo e cortei as unhas (ele nem reclamou). já sabe usar a areia e já sabe escalar a cama pra se acomodar entre os travesseiros quando a gente não está olhando.

12547740_452653864940997_862091126_n

falta um nome. estamos aceitando sugestões.

a vida na pequena cidade turística

um pouco é como se ainda não estivesse parada vivendo em um só lugar.

acordar cedo por hábito, a manhã livre. o fim de semana ocupado. ir trabalhar e resolver problemas e encontrar guias e fazer reservas em pousadas. voltar tarde. o dia livre e ficar em casa no sofá lendo qualquer coisa. não saber se melhor a chuva que enche as nascentes e os rios ou o céu azul o sol forte que seca finalmente a roupa que passou dias úmida esperando uma brecha pra estar no varal. a chuva que deixa a alma úmida, o sol forte que um calor terrível e o rio seco.

o quintal de escalada a vinte minutos, o rio a vinte minutos, a vontade de ficar um pouco mais em casa porque tanta coisa acontecendo e às vezes a gente se sente meio tartaruga.

2016-01-11a

vista do morro do Pai Inácio.

custa ainda acreditar que estou aqui e posso continuar aqui, e tenho uma mesa de trabalho pra apoiar o computador e organizar minhas manhãs de semana. mas também deixar umas manhãs pra ir escalar, pra dar um mergulho no rio. acostumar-se.