blog

textos esporádicos aqui e no medium. eventualmente pedaços de ideias e rabiscos que provavelmente deveriam ter ficado só no twitter.

    Carregando post...
  • all in

    Most writers are conservative. By that I mean they lock their best ideas in a vault and take pleasure in the richness of their stores, like misers with their money. Maybe you have moleskins full of hastily scribbled notes. Or a corkboard next to your desk messy with images, structural blueprints, articles ripped from magazines.…

  • forecast

    now, that’s inspiring. garoa, alguém?

  • por qué escribo

    Porque no sé bailar el tango, tocar un instrumento musical como la celesta o el glockenspiel, resolver problemas de matemáticas superiores, correr una maratón en Nueva York, trazar las órbitas de los planetas, escalar montañas, jugar al fútbol, jugar al rugby, excavar ruinas arqueológicas en Guatemala, descifrar códigos secretos, rezar como un moje tibetano, cruzar…

  • cento e cinquenta páginas

    aí que você tem uma hora e meia pra matar numa livraria, e lê de uma sentada (literalmente, embora aqueles pufes da livraria cultura não sejam a coisa mais confortável do mundo) um livro de cento e cinquenta páginas (O túnel, do Ernesto Sabato), inteirinho, sem nem piscar, mesmo com aquele doido-que-lê-quadrinhos-em-voz-alta fazendo ptzui e…

  • instante

    E quando lentamente soavam os toques do meio-dia e ribombava o canhão do forte Saint-Elme, um sentimento de plenitude, não um sentimento de felicidade, mas um sentimento de presença real e total, como se todas as fissuras do ser estivessem obstruídas, apoderava-se de mim e de tudo o que estava à muita volta. De todos…