Categoria / blog

textos esporádicos aqui e no medium.

    Carregando post...
  • literatura independente em tempos de cólera

    vou passando aqui pra lembrar que meus livros também estão disponíveis na minha loja, quase todos eles. e com desconto de fim de ano pra você comprar presente pra família toda — ou pelo menos aquela parte da família que não votou em vilão dinossauro pra presidente. mando autografado e se quiser peço também pra…

  • como começam as revoluções

    o mundo anda muito esquisito e a esquisitice enfim se instaurou de uma vez também no Brasil — de uns anos que ela já vinha clamando por espaço e importância. não sei se houve um tempo em que nós seres humanos fomos capazes de nos entender, mas sei que não parece que estamos caminhando no…

  • dois livros que me inspiraram e acompanharam quando escrevi TRÉGUA

    1. 62 modelo para armar, do Julio Cortázar: fiz referência a ele na epígrafe, com um trecho do capítulo 62 de Jogo da Amarelinha. não sei exatamente por quê esse livro me marcou tanto, na verdade. é um livro bem maluco. mas deu uma luz: uma forma possível de escrever; os personagens que se trombam…

  • do mestre Marçal Aquino

    entrevista que Marçal Aquino deu pro Jornal do Brasil. no finalzinho, o entrevistador pergunta: Que novo autor brasileiro você considera imperdível hoje? a resposta: “Olivia Maia. Produz policiais de talento, o que é muito saudável e estimulante num universo de predomínio masculino.” poxa poxa poxa que honra, Marçal. 💚 uma das coisas que aprendi com Marçal…

  • TRÉGUA: projeto no catarse

    eis, finalmente, a campanha de financiamento pra publicação de TRÉGUA, meu último romance. **rufam os tambores** a história se passa em março de 2011, quando por aqui já se falava muito em copa do mundo, construção de estádio, qualidade FIFA e essa coisa toda. os personagens do romance até que tentam passar incólumes por toda…